“(…) Entrei no carro. Começou a chover torrencialmente e eu, pelo vidro fechado, me distrai ao observar os pingos de chuva que molhavam o caminho até minha casa. Chovia dentro de mim também, e o girassol apreciou, calado, esta chuva de solidão.

Devo confessar que, inevitavelmente, senti uma pontada de tristeza, não com o Otávio, ou com qualquer atitude que ele tenha julgado decepcionante. Mas restou um pouco de consternação comigo mesma, por ter ouvido de sua voz suave, algumas árduas palavras como: “adeus” e “irrevogável”. Senti que passei a impressão de ter cortado, ao extremo, o laço afetuoso que existia entre nós, e eu sabia que isso não era verdade.

Aliás, o laço sempre existiria entre eu e ele, todos os dias. Só que se demonstraria de forma diferente. E assim, a frase de Vinicius de Moraes que um dia, de certa forma, nos aproximou, mostrou-se, mais uma vez, ser a mais fiel descrição do que é a vida.

Camila Barretto.
Trecho do Texto “Efeito Girassol”.