“Certa noite, me flagrei lendo o trecho final da última carta que enviei para o Otávio:

(…) A flor de girassol significa felicidade, e acho que isso tem muito a ver comigo. A cor amarelada de suas pétalas simboliza calor, lealdade e entusiasmo, refletindo a energia positiva do sol. Mas, nem sempre os meus dias são ensolarados.

(In)felizmente, também gosto dos dias de chuva. E assim como o girassol, sem sol, não tem a mesma vitalidade, eu me recolho nos meus pensamentos, sempre que a luz não está ao meu favor. Quando isso acontece, aprecio me deleitar nas águas da chuva de um lindo dia nublado, e este é meu jeito de ser. Ora, sou a Cecília entusiasta, espontânea e presente. Ora, sou a Cecília pensativa, solitária e ainda assim, feliz. Se meu pai bem soubesse, não teria colocado meu nome de Cecília (do romano, ‘sábia’) e sim, me chamaria de Clície, ninfa cegamente apaixonada pelo deus do Sol, e que deu origem, segundo a Mitologia Grega, à primeira flor da mencionada espécie. Mas não sou ninfa, e ninguém aqui é deus. Espero que me aceite assim, esse ser humano feito de amor e verdade.

Beijos,
Lila.

Trecho do Texto Efeito Girassol.