Ele é uma fase de um jogo que não consigo passar.
Uma lacuna indecifrável que falta preencher nas palavras cruzadas.
A peça sumida de um quebra-cabeça.
Um vazio descabido no meu coração.
O assunto mal resolvido que assombra qualquer relação.

Ele é tudo aquilo que rima com inacabado.
É obra com arestas que anseia pela arte final.
Ele é história que precisa de um ponto.
É silêncio incerto que possibilita mil e uma interpretações.
É um texto fácil de ser lido errado.
Ele é tudo: uma fase, um jogo, uma lacuna, um sumiço, um vazio, um assunto mal resolvido. Ele é tudo. Ele é nada.
 Ele é indecisão.

 

Camila Barretto.