Sabe do que eu mais sinto falta? De uma tarde na beira da praia, um cinema num domingo de chuva, eu dormir no sofá da sua sala e acordar bem no meio da sua cama. Me faz falta cozinhar as panquecas que você tanto ama e receber sua ligação no final de semana perguntando se eu cheguei bem em casa. Me faz falta te vencer no videogame e tirar um cochilo em seu colo enquanto você insiste em me paquerar. Me faz falta seu carinho sem restrições, seu selinho na despedida, você segurando a minha mão, nossos dedos a se entrelaçar.

Ah, como eu sinto falta!

Você sabe do que eu mais sinto falta? Você querendo conhecer minha família e eu pedindo pra você ir com calma. A gente planejando a vida ou um passeio em qualquer lugar. Me faz falta te ver sem camisa pela casa, a gente rindo em minha varanda, ver suas fotos quando criança e imaginar nosso filho com a cor dos seus olhos. Me faz falta conquistar sua confiança, acreditar em sua mudança, e a gente abraçados olhando pro mar. Sinto saudade da viagem que nunca fizemos. Você de shortinho, eu de pijama. Disso sim, eu sinto falta.

Sabe do que eu mais sinto falta? De te dar um presente de Natal. Das minhas roupas em sua gaveta, da sua escova em meu banheiro, das nossas datas pra comemorar. Sinto falta de conhecer seus desejos, de te contar alguns segredos, de bebermos vinho barato sem termos hora pra ir trabalhar. Faz falta demais conhecer suas urgências, seus medos bobos e suas carências, faz uma falta danada  não poder te procurar. Tá faltando nossa bagunça arrumada, nossa rotina compartilhada, alguma vida pra chamar de nossa. Eu sinto falta do que nunca seremos, do que nunca tivemos, percebeu? 

Deve ser por isso, meu amor, que eu sinto tanto sua falta.

 

 

Camila Barretto.