Eu te conto os meus segredos
Tu me vê ao avesso
E não parece estranhar.
Sabe cada devaneio,
Conhece até os meus desejos
E sempre quer realizar.

Há essa inconstância
Desde o primeiro instante,
Mas não parece te afastar.
Do pé até o cabelo,
Você é livre pra me amar.

Quando a minha diferença,
Não provoca a sua ausência,
Eu só posso festejar.
E quando você me toca,
Viro letra, viro nota
Só pra ver a gente rimar.

O acaso, é caso sério,
Quando decidiu juntar
Eu e você! Somos mistérios,
Que eu quero desvendar.

– Gi Farneti

 

– – – – – – – – – – – – – – – – –
Um pouco sobre ela: Uma simples estudante do Ensino Médio, que em meio ao caos do monótono cotidiano, e das profundas paixões, faz das palavras, o seu abrigo. Caminhando pra cursar Direito, fez-se poesia! Percorre os extremos entre ódio e amor em cada verso!
Página: www.facebook.com/gifarneti