Às vezes pareço que tô… sei lá.
Me acho sem graça, sem voz, sem lar
Me vejo distante, olhar lá na lua
Quieta, calada, em cada lugar

Às vezes pareço que tô… não sei.
Parece que tudo ficou e eu passei
Me vejo errante, olhar lá na ponte
Sombria, silêncio, em cada instante.

Camila Barretto.