Simplesmente, lamento ter me apaixonado de verdade.
Desde sempre, desde o primeiro dia.
Eu lamento.
Agora eu preciso de um tempo distante para me desapaixonar por tudo.
Por seus abraços, por seus olhares, por suas lembranças.
Quem sabe, eu careça de uns meses bem longe.
Mas talvez, nem seja bastante esse tempo.
É que às vezes, é preciso uma vida inteira pra seguir em frente.
Uma vida inteira pra se desapaixonar. Por outra vida.